Sindicato de Todos os Professores convoca greve contra escolas abertas


O STOP continua a ser o ÚNICO sindicato de Educação a decretar greve  nacional. | Sindicato S.TO.P.




"Tendo em consideração a situação de emergência nacional e face à atitude irresponsável do Governo em manter as Escolas abertas, ao contrário do que a esmagadora maioria dos médicos e cientistas defende, o STOP convocou greve para pressionar o Governo a mudar relativamente às escolas", refere o sindicato.





Em declarações à agência Lusa o coordenador nacional do STOP, André Pestana, explicou que, respeitando o prazo legal, o pré-aviso de greve terá efeito a partir de 1 de fevereiro e é extensível a todos os profissionais de educação, entre professores e auxiliares, de todos os níveis de ensino, incluindo o ensino superior.





"Enviamos os pré-aviso de greve no fim de semana e abrange todos os profissionais de educação. Se o Governo não encerrar as escolas, os profissionais terão assim uma ferramenta legal para o fazer. Não somos carne para canhão e exigimos respeito por nós e pelos profissionais de saúde também ", explicou.





André Pestana adiantou que o STOP iniciou na terça-feira um inquérito para aferir a posição dos profissionais de educação relativamente ao encerramento das escolas assim como a dimensão desse desejo. Até ao momento, explicou, das mil respostas obtidas, 80% apontam para o encerramento dos estabelecimentos de ensino.





O coordenador nacional do STOP disse ainda que considera ser mais justo o ensino presencial, que a passagem para o ensino à distância não é o ideal, mas considera "incomparavelmente pior para todos se o sistema de saúde colapsar".





A Organização Mundial da Saúde (OMS) avisou hoje que pode ser preciso reforçar nas escolas secundárias as medidas contra a pandemia de covid-19 pois os adolescentes de 16 a 18 anos transmitem o vírus mais rapidamente do que os mais novos.





Numa atualização informativa semanal, a OMS diz que os adolescentes entre os 16 e os 18 anos transmitem o vírus "tão frequentemente quanto os adultos e mais prontamente do que crianças mais novas" e acrescenta ainda que foram relatados mais surtos nas escolas secundárias do que nas primárias.





"Em particular, os adolescentes mais velhos devem ser lembrados para limitarem o risco de exposição fora dos ambientes escolares, evitando situações de alto risco, incluindo espaços lotados, de contacto próximo e mal ventilados", refere.





As novas medidas para combater a covid-19 entraram em vigor às 00:00 de quarta-feira, reforçando as restrições de movimentação de pessoas já previstas no confinamento geral decretado no âmbito do estado de emergência em vigor no país.





As escolas vão manter-se abertas em ensino presencial e serão alvo de uma campanha de testes rápidos, mas o primeiro-ministro já anunciou que não hesitará em fechar estabelecimentos de ensino caso se verifique que a variante inglesa do novo coronavírus, mais contagiosa, se torne dominante.





Fonte: Sindicato de Todos os Professores convoca greve contra escolas abertas - DN


+ Sobre Educação

Este blog foi criado por um aluno do Ensino Básico, com objetivo de informar e ajudar a comunidade educativa, partilhando opiniões, notícias e materiais de apoio. Este espaço foi criado a 17 de julho de 2020, durante as férias de verão. Esta casa tem vindo a crescer dia-a-dia e espero ficar aqui durante longos anos. facebook blogger

Enviar um comentário

Todos os comentários, são sujeitos a moderação.

Postagem Anterior Próxima Postagem

 

Formulário de Contacto