Estamos a reorganizar o nosso site. Podem surgir algumas dificuldades em aceder ao site.

Prometemos ser breves.

 

 

340 casos positivos em 225 mil testes feitos nas escolas



Dos 225 mil testes de rastreio à covid-19 feitos na semana passada a professores, funcionários e alunos das escolas secundárias, públicas e privadas, apenas foram detectados 340 casos positivos. A taxa de positividade, conforme salienta o Ministério da Educação, é assim de apenas 0,15%, muito abaixo dos 4% que poderiam fazer reverter o desconfinamento.


Esta operação de testagem visou abarcar o universo escolar que retomou o ensino presencial no passado dia 19 de Abril, mas abrangeu também os profissionais afectos ao 2.º e 3.º ciclos do ensino básico nas escolas localizadas em concelhos com mais de 120 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.


“Deste rastreio, que abrangeu maioritariamente alunos, resultou uma percentagem de casos positivos em estabelecimentos de educação e ensino muito próxima das fases anteriores, demonstrando que também os alunos contribuem indubitavelmente para a afirmação das escolas como lugares seguros”, lê-se no comunicado do ME.


A esta testagem maciça em ambiente escolar somam-se os testes feitos pelas entidades de saúde pública, “nomeadamente aquando da detecção de casos positivos, procurando identificar-se e quebrar-se cadeias de transmissão, dentro e fora dos portões das escolas”, ainda segundo o ME, que explica que, por causa da logística envolvida, o processo só ficará concluído esta semana.


Para a semana, a partir do dia 3 de Maio, os testes rápidos de antigénio providenciados pelo ME continuarão a fazer-se nas escolas dos concelhos com mais de 120 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias. Esta é, recorde-se, uma das linhas vermelhas susceptíveis de fazerem alterar o ritmo de desconfinamento, cujo calendário prevê que, a partir do dia 3 de Maio, os restaurantes passem a poder estar abertos sem restrições de horário, com um máximo de seis pessoas por mesa (10, na esplanada), além da realização de casamentos e baptizados com uma lotação até 50%, entre outras medidas.


Na nova operação, os testes rápidos de antigénio incluirão alunos e profissionais do ensino secundário e trabalhadores da educação pré-escolar e do 1.º ciclo do ensino básico, incluindo os da “Escola a Tempo Inteiro”.


Fonte: Publico

+ Sobre Educação

Este blog foi criado por um aluno do Ensino Básico, com objetivo de informar e ajudar a comunidade educativa, partilhando opiniões, notícias e materiais de apoio. Este espaço foi criado a 17 de julho de 2020, durante as férias de verão. Esta casa tem vindo a crescer dia-a-dia e espero ficar aqui durante longos anos. facebook blogger

Enviar um comentário

Todos os comentários, são sujeitos a moderação.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de Contacto