Os meus filhos estão nervosos com o regresso à escola. Como posso ajudar? - Jornal Público


Deixo aqui um artigo para os pais/encarregados de educação, ajudarem os seus filhos/educandos neste regresso às aulas.

Fica o artigo:

Os meus filhos estão nervosos com o regresso à escola. Como posso ajudar? | Bem-estar | PÚBLICO (publico.pt)

Os nossos filhos estão finalmente (supostamente) a regressar presencialmente à escola a tempo inteiro, pela primeira vez desde 2020. Um vai para a escola secundária, o outro para o liceu. Posso dizer que estão ansiosos, e eu estou a tentar não estar. Algum conselho para acalmar um pouco esta reentrada? Já estou de pé atrás com as batalhas em relação aos trabalhos de casa, com o vestir e forçá-los a sair de casa a tempo. Vai ser uma verdadeira mudança por aqui.

“Vai ser uma verdadeira mudança por aqui.” Se este não é o eufemismo dos últimos quase dois anos, não sei o que é.

Tem um aluno do ensino médio e outro do ensino secundário, e a minha tirada quase anedótica depois de ter ajudado numerosos pais durante toda a pandemia é um claro e sonoro: todas as crianças sofreram, mas os pré-adolescentes e os adolescentes sofreram muito mais.

Para onde quer que olhe, há artigos com dicas para estas crianças e as suas famílias, com tópicos tais como facilitar o regresso à escola, diminuir a ansiedade de regresso à escola e comunicar com pré-adolescentes e adolescentes. Estas listas estão cheias de informações fantásticas, e encorajo-vos a encontrar algumas e ver o que vos fala. Por vezes, uma ferramenta prática ou declaração de encorajamento pode funcionar para si e tornar a parentalidade um pouco mais fácil.

Por exemplo, sugiro que comecem a realizar reuniões familiares onde se criem horários semanais, e que complementem com uma pequena guloseima. Sugiro também que co-criem recompensas em torno dos trabalhos de casa e da transição de deixar a casa. (Sim, estou totalmente de acordo com algumas recompensas depois das paragens.) E permitam-lhes escolher mais responsabilidades à volta da casa, porque, a verdade é que: os seus filhos já não são pequenos.

Não os pode forçar a fazer ou sentir nada, por isso vai ter de negociar para conseguir a sua participação, ajudando-os dessa forma a pôr os seus motores a funcionar novamente.

Se os últimos quase dois anos me ensinaram alguma coisa, é que a física nas nossas vidas e nas vidas dos nossos adolescentes é real: um objecto em movimento tende a manter-se em movimento; um objecto inerte... bem, consegue-se. Os nossos pré-adolescentes e adolescentes não estão em movimento há muito tempo. Por isso, temos de nos equilibrar sobre a linha ténue entre fornecer estrutura suficiente para ajudar os nossos filhos a sentirem-se apoiados e seguros e mantermos as nossas expectativas sob controlo.

Então, como se vive o regresso às aulas com calma? Primeiro, afixe a palavra “gentil” em todo o lado onde os seus olhos possam pousar. Anotações físicas, lembretes no seu telefone... Tente lembrar-se de ser gentil quando se preocupa com os trabalhos de casa ou faça a temida pergunta que todos os pais fazem: “Como foi a escola?” Muitos dos nossos jovens sentir-se-ão como se o seu sistema nervoso estivesse a explodir com o regresso à escola, por isso, ser gentil levá-lo-á a dar mais espaço aos seus filhos.

Mantenham as vossas expectativas baixas e os vossos encorajamentos altos. Sei que muitos pais tendem a arar através dos tempos difíceis e continuar não importa o que aconteça, mas talvez queiram reajustar em relação aos trabalhos de casa e às transições. Preparem-se para chegar atrasados, preparem-se para as birras sobre trabalhos de casa e tecnologia, e continuem a encontrar pequenas vitórias para manter a moral elevada. Não estou a sugerir que deixem para trás todas as expectativas; estou antes a pedir-vos que olhem para os vossos filhos e se ponham no lugar deles. Que tipo de pai quereria ter nesta altura? Como quereria que os seus pais o fizessem sentir?

Tal como há muitos artigos sobre como ajudar os seus filhos, também há muitos artigos sobre autocuidado para os pais. O autocuidado tornou-se num daqueles chavões que perdeu todo o sentido, por isso coloquemos as coisas desta forma: tem de se tratar a si próprio como se fosse um querido amigo.

A paciência só se manifesta quando se está descansado. O humor só se encontra quando se consegue ver o absurdo da vida em vez de se sentir sequestrado por ela. A calma só se manifesta quando se está bem alimentado e se move o corpo. Isto não é ciência para génios, é “ser humano 101”.

Prepare-se para o sucesso tendo a sua equipa consigo; crie uma cadeia de amigos que irão rir-se, apoiá-lo e chorar no café consigo. Salvará a sua família das suas preocupações e ajudar-se-á a perceber que outros estão num barco semelhante.

Finalmente, cultivar e planear a alegria para a família sempre que possível. Ter algo por que ansiar é importante, por isso use as reuniões familiares para criar ideias que farão todos sorrir (ou, pelo menos, não deixar mágoas). Leve um dia de cada vez. Boa sorte.


Exclusivo PÚBLICO/The Washington Post 

/* Button Night Mode*/ .btn-nightmode{position:fixed;float:left;z-index:99;bottom:20px;left:20px;font-size:15px;padding:10px;border-radius:50%;background:#00A3FE;text-align:center} .btn-nightmode svg{width:24px;height:24px;vertical-align: -5px;background-repeat: no-repeat !important;content: ''} .btn-nightmode svg path{fill:#fff} .check {display: none} .btn-nightmode .iconmode .openmode{display:block} .btn-nightmode .iconmode .closemode{display:none} .btn-nightmode .check:checked ~ .iconmode .openmode{display:none} .btn-nightmode .check:checked ~ .iconmode .closemode{display:block} /* Night Mode */ .Night{background:#202124;color:rgba(255,255,255,.9)} .Night blockquote,.Night kbd{background:#17181a;color:rgba(255,255,255,.9)}

+ Sobre Educação

Este blog foi criado por um aluno do Ensino Básico, com objetivo de informar e ajudar a comunidade educativa, partilhando opiniões, notícias e materiais de apoio. Este espaço foi criado a 17 de julho de 2020, durante as férias de verão. Esta casa tem vindo a crescer dia-a-dia e espero ficar aqui durante longos anos. facebook blogger

Enviar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de Contacto