Com o número de casos em alta, as escolas adaptam-se a ter turmas “pisca-pisca”



Alunos, professores e funcionários a sair e a entrar em isolamento tornaram confusa a primeira semana do 2.º período. “Não posso dar matéria nova”, queixam-se docentes. “Positivos” detectados nos testes antigénio nas escolas aumentam em relação às anteriores operações de testagem nas escolas.

A técnica do laboratório deixou o seu lugar na mesa onde preparava as reacções dos testes de antigénio. Procurou o director da escola e conferenciaram por uns instantes. Albano Maia, que dirige o agrupamento do Viso, no Porto, reagiu, pegando no telefone, e saiu apressado: “Vou já mandar para casa.” Tinha acabado de ser detectado um caso de covid-19: uma funcionária de uma das escolas do 1.º ciclo. Era preciso avisá-la e activar o plano de contingência.

LER EM EXCLUSIVO...

André Rodrigues

Este blog foi criado por um aluno do Ensino Básico, com objetivo de informar e ajudar a comunidade educativa, partilhando opiniões, notícias e materiais de apoio. Este espaço foi criado a 17 de julho de 2020, durante as férias de verão. Esta casa tem vindo a crescer dia-a-dia e espero ficar aqui durante longos anos. Sou estudante e no futuro pretendo ser professor. facebook blogger

Enviar um comentário

Todos os comentários, são sujeitos a moderação.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de Contacto