Estamos a reorganizar o nosso site. Podem surgir algumas dificuldades em aceder ao site.

Prometemos ser breves.

 

 

"Em 2018 tínhamos apenas 4% dos professores no topo [da carreira] e hoje temos 30%"

 João Costa: "Em 2018 tínhamos apenas 4% dos professores no topo [da carreira] e hoje temos 30%" - Polígrafo (sapo.pt)



Questionado sobre se "um salário de 1.000 euros no início de carreira ou de 1.400 euros a meio é justo e aliciante", em entrevista ao jornal "Expresso" (edição de 20 de maio), o ministro da Educação, João Costa, respondeu da seguinte forma:

"Pode não ser o mais estimulante, mas quando comparamos com outras carreiras ou com a carreira de professor sem ser na escola pública não é a pior. E vai dando saltos mais rápidos do que um técnico superior com habilitações semelhantes. A carreira esteve parada muitos anos e só descongelou em 2018. Mas, neste momento, quem entra tem uma carreira à sua frente. Em 2018 tínhamos apenas 4% dos professores no topo e hoje temos 30%."

Estas percentagens indicadas pelo ministro da Educação têm fundamento?



+ Sobre Educação

Este blog foi criado por um aluno do Ensino Básico, com objetivo de informar e ajudar a comunidade educativa, partilhando opiniões, notícias e materiais de apoio. Este espaço foi criado a 17 de julho de 2020, durante as férias de verão. Esta casa tem vindo a crescer dia-a-dia e espero ficar aqui durante longos anos. facebook blogger

Enviar um comentário

Todos os comentários, são sujeitos a moderação.

Postagem Anterior Próxima Postagem

 

Formulário de Contacto